Movimento, Imobilidade, leveza.


A Imobilidade é o próprio da escultura. Pela imobilidade a escultura vence o tempo, ficando além das mudanças do ser e das vontades. Assim as estátuas egípcias buscavam a eternidade da alma, as gregas o equilíbrio e a harmonia das proporções. Mesmo quando a escultura representa movimento como alguém correndo, ela normalmente está parada. Outra limitação da escultura é a gravidade. Assim como nós humanos, a escultura está sempre presa ao chão. Podemos voar de balão, de avião, de paraquedas, mas inevitavelmente voltamos sempre ao chão.

Equilibristas acrobatas desafiam a gravidade, se atirando em trapézios ou atravessando espaços sobre a corda bamba. Assim, pensando neles, criei essas peças de acrobatas, que apesar de pesadas, balançam e no ar.

Em destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter

© 2018  by Edgar Duvivier | Proudly created with Wix.com