Era Uma Vez

June 23, 2020

 

 

 

 

 

Era uma vez, o Nada

E era tranquilo, por que não era nada.

Mas dentro do nada, havia a semente do Tudo,

Que queria viver, crescer, e ser

Tudo.

Até que a semente explodiu e encheu de Tudo,

O Nada.

Tempo, espaço, luz, matéria, estrelas, astros, cometas, planetas e satélites.

Não contente contudo, o Tudo queria ser mais

E criou na Terra todos os animais.

Uns nadavam, outros voavam, outros corriam, outros gritavam.

E o Tudo ainda queria mais, queria se divertir,

Então criou um macaco, que não era bom em nada.

Não nadava, não corria, não voava, só pensava.

E de tanto pensar, pensou que para vencer, precisava se unir,

Dividir, plantar, distribuir, contribuir

Para sobreviver.

E juntos começaram a falar, a pintar, a escrever e a dançar.

Fizeram tribos e vilas, cidades, torres, navios

E naves espaciais.

Ficaram ricos  e poderosos, criaram muros e muralhas,

Armas de ferro e fogo, bombas pra se matar,

E começaram a se desunir.

Fechados em suas casas, atrás de grades e portas,

Não queriam se misturar, nem dividir, nem contribuir,

Só acumular.

Exterminaram os animais, cortaram as asas dos pássaros,

Poluíram o mar dos peixes, botaram fogo nas flores

E encheram o céu de fumaça.

Até que um mal invisível começou a lhes atacar.

Um a um foram morrendo sem conseguir lutar.

Trancados em suas casas sem ninguém para falar,

Olhavam pelas janelas,

Viam o céu mais azul, o mar mais transparente, as florestas mais verdes,

Sem poder usufruir.

O que está acontecendo? perguntaram à Natureza.

E Olhos nos olhos ela respondeu:  

"Sou mais feliz assim, aprendam esta lição.

Eu não preciso de vocês,

São vocês que precisam de mim."

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Em destaque

MAR - Um outro mundo aqui na Terra

March 14, 2018

1/1
Please reload

Posts Recentes

July 8, 2020

June 23, 2020

March 16, 2020

April 9, 2018