© 2018  by Edgar Duvivier | Proudly created with Wix.com

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • B-Pinterest

April 9, 2018

March 2, 2018

February 23, 2018

February 21, 2018

Please reload

Posts Recentes

MAR - Um outro mundo aqui na Terra

March 14, 2018

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

MAR - Um outro mundo aqui na Terra

March 14, 2018

O Capitão Nemo, personagem criado por Jules Verne, era um príncipe Indiano. Horrorizado com a maldade humana e determinado a vingar sua mulher e seus filhos, assassinados pela ganância do Império Britânico, ele inventa e constrói o submarino "Nautilus" (numa época em que ninguém suspeitava que algum dia isso seria possível), disposto a evitar tudo o que viesse da terra e a viver no fundo do mar, consumindo só produtos como, charutos, tecidos, móveis ou energia vindos do mundo submarino.

O mar, "The silent world", é realmente um outro mundo paralelo, com plantas, animais, formas de vida totalmente próprias e diferentes das da Terra. Nascemos do mar, toda a vida saiu do mar. No mar apareceram as primeiras e rudimentares  células, vindas da mistura de proteínas, colóides, coacervados, nucleoproteínas, membranas lipoprotéticas, enfim, la se vão muitos milhões de anos até que, pelo que dizem, a vida no fundo do mar começou a ficar muito disputada, principalmente, depois que surgiram os tubarões, há 400 milhões de anos. Foi um salve-se quem puder e através de rios e lagoas, os animais foram saindo do mar, vindo pra Terra, perdendo as guelras, ganhando pulmões, subindo em árvores, descendo das árvores, andando pela floresta, se juntando em bandos e finalmente chegando até onde estamos e como somos, dominando e destruindo a Natureza, se achando o centro do Universo e sonhando se mudar para um outro planeta.

É engraçado esse sonho maluco de se mudar do planeta, como se dele fosse a culpa de sermos infelizes. É como aquele casal cheio de problemas pessoais mas que acha que a culpa do fracasso de seus sonhos é sempre do outro (o inferno são os outros).  Muitos milhões de anos se passaram desde que a vida  veio viver na Terra, muito se evoluiu, mas incrivelmente a humanidade não atingiu um estágio avançado de convivência social pacífica, não se livrou do mal, do egoísmo, da ganância, da mentira, da injustiça, do ódio, da burrice, diriam os crentes, dos demônios, que aliás gostam muito dos crentes.

 

Gostaria de achar que a humanidade tem jeito, que um dia todos vão ser bons e que meus filhos e netos e bisnetos , nossos filhos, não vão sofrer por injustiça e violência, mas sei que estamos muito longe desse dia utópico chegar.

 

Enquanto isso, amante como o Nemo, do mundo submarino, das loucuras, das invenções biológicas, artísticas pois bonitas, e muitas vezes sem utilidade ou explicação, resolvi criar a coleção de pratos com motivos marinhos. A coleção "Peixes", que cresce dia a dia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags